quinta-feira, 8 de março de 2012

Ausência de mim I

 

- Estás bem?
- (que pergunta mais frequente desde os últimos dias...) Sim, óptima.
- Não pareces.
- Mas estou... (só me apetece gritar, espernear, mandar tudo para longe de mim...), a sério. (e sorrio).

No fundo, só quero que me deixem em paz. Só me quero a mim.
Quero poder encontrar-me emocionalmente.

2 comentários:

Maria Gomes disse...

ó linda obrigada, tentarei fazer por isso*
não tens mesmo de agradecer, quero-te apenas bem :) e o mesmo se aplica a ti, nc desistas!
este post, é a minha cara mesmo xb

Ana Margarida disse...

É sempre mais fácil acenas e sorrir, do que contar toda a verdade